O que é Otorrinolaringologia? Um otorrinolaringologista atua em áreas?

O que é otorrinolaringologia?

A otorrinolaringologia é uma das especialidades médicas mais amplas, com diversas áreas de atuação. Classicamente é conhecida como a especialidade do “ouvido, nariz e garganta”, porém, o especialista atua em diferentes áreas médicas relacionadas. Um otorrinolaringologista bem formado e atualizado é capaz de atuar nas seguintes áreas:

Otologia:

Diagnóstico e tratamento das doenças dos ouvidos como as otites, colesteatoma, perdas auditivas/surdez, zumbido etc. Os tratamentos cirúrgicos como Timpanoplastias (correção da perfuração do tímpano), Timpano-mastoidectomias (remoção de colesteatomas e otite média crônica), Estapedotomias (tratamento da otosclerose), Próteses implantáveis (como implante coclear) e outros aqui se enquadram.

Otoneurologia:

Transtornos do equilíbrio, como as popularmente denominadas “labirintites” (síndromes vestibulares). Seu diagnóstico diferencial, exames complementares relacionados e tratamentos.

Eletrofisiologia da audição: exames como Potenciais Evocados de Tronco Encefálico (PEATE/BERA) e outros, que são de grande importância no diagnóstico dos casos de perda auditiva, zumbido e tontura.

Rinologia:

Doenças das fossas nasais e seios paranasais ( “ nariz e seios da face”), como as rinites (alérgicas e não-alérgicas), “sinusites”, desvios do septo nasal, hipertrofia de cornetos, tumores, poliposes e outros. A otorrinolaringologia atua no diagnóstico e tratamento clínico e cirúrgico. O uso de novas tecnologias como endoscópios acoplados a câmeras HD hoje nos permite o tratamento endoscópico minimamente invasivo na grande maioria dos casos. Cabe aqui também citar a realização de exames ambulatoriais como a Video-Endoscopia Naso-Sinusal rígida ou flexível (“Endoscopia Nasal”e “Nasofibroscopia”).

Cirurgia de base de crânio:

De forma multidisciplinar (frequentemente em conjunto com Neurocirurgião) e com uso de novas tecnologias, aqui o especialista em otorrinolaringologia atua na correção de fístulas liquóricas e ressecção de tumores da base do crânio, como nos tumores de hipófise e estesioneuroblastomas.

Cirurgia plástica da face:

Cirurgias estéticas como a correção das orelhas em abano (Otoplastias) e as Rinoplastias / Rinosseptoplastias fazem parte do portifólio deste especialista em otorrinolaringologia, pelo treinamento específico e familiaridade do otorrinolaringologista com a anatomia local e com os acessos cirúrgicos.

Faringoestomatologia:

É atuação do otorrinolaringologista avaliar, diagnosticar e tratar as doenças mais comuns da cavidade oral e as afecções faríngeas (como as faringites e amigdalites). Cirurgias como a remoção das amígdalas (Amigdalectomia) e adenóides ( Adenoidectomia) podem ser necessárias e fazem parte de seu arsenal terapêutico.

Laringologia e Voz:

Transtornos da voz e das pregas vocais como nódulos, pólipos, tumores e outros, com tratamentos que vão desde a prescrição de medicamentos e indicação de terapias complementares (como a Fonoterapia e a Psicoterapia), até a instituição de tratamentos cirúrgicos como as microcirurgias da laringe, injeções laríngeas e tireoplastias. Exames como a Videolaringoscopia e a Videolaringoestroboscopia rígidos ou flexíveis também entram aqui.

Medicina do sono:

O otorrinolaringologista é capaz de entender e diferenciar os principais distúrbios do sono, em especial a Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono, já que, quando bem indicadas, cirurgias como Adenoamigdalectomia, Septoplastia (combinada), Uvulopalatofaringoplastia, Faringoplastia Lateral, Palatoplastia anterior, Epiglotoplastia e avanço maxilo-mandibular podem ter resultados muito interessantes (por vezes curativos) no tratamento desta doença. Casos não-cirúrgicos podem ser acompanhados com a indicação de aparelhos intra-orais, CPAP ou BiPAPs

Emergências:

Remoção de corpos estranhos de “ouvidos, nariz e garganta”, tratamento dos traumas e fraturas nasais, sangramentos pelo nariz (epistaxe), abscessos e outras urgências relacionadas.

Outras: a especialidade está em constante evolução. Áreas como Disfagia e Deglutição, Alergologia/Imunologia, Foniatria, etc, estão cada vez mais adentrando em nossa prática, se tornando cada vez mais alvos de cursos e congressos da especialidade.